domingo, 18 de março de 2012

Dia do Artesão-Segundo Desafio Relampago



Santo Antonio é o Patrono dos Artesãos
Link deste Desafio

A história do artesanato tem início no mundo com a própria história do homem, pois a necessidade de se produzir bens de utilidades e uso rotineiro, e até mesmo adornos, expressou a capacidade criativa e produtiva como forma de trabalho.

Os primeiros artesãos surgiram no período neolítico (6.000 a.C) quando o homem aprendeu a polir a pedra, a fabricar a cerâmica e a tecer fibras animais e vegetais.
Na pré-história, a arte não era algo que pudesse ser separado das outras esferas da vida, da religião, economia, política, e essas esferas também não eram separadas entre si, formavam um todo em que tudo tinha que ser arte, ter uma estética, porque nada era puramente utilitário, como são hoje um abridor de latas ou uma urna eleitoral. Tudo era ao mesmo tempo mítico, político, econômico e estético.
A arte como uma palavra que designa uma esfera separada de todo o resto só surgiu quando surgiram as castas, classes e Estados, isto é, quando todas aquelas esferas da vida se tornaram especializações de determinadas pessoas: o governante com a política, os camponeses com a economia, os sacerdotes com a religião e os artesãos com a arte. Só aí é que surge a arte "pura", separada do resto da vida, e palavra que a designa.
Mas antes do renascimento, os artesãos eram muito ligados à economia, muitos eram mercadores e é daí que vem a palavra "artesanato". Então a arte ainda era raramente separada da economia (embora na grécia antiga, a arte tenha chegado a ter uma relativa autonomia), por isso, a palavra "arte" era sinônimo de "técnica", ou seja,"produzir alguma coisa" num contexto urbano. No renascimento, alguns artesãos foram sustentados por nobres (os Médici, por exemplo) apenas para produzir arte, uma arte "pura". 
Porta ovos anos 60



Aí é que surgiu a arte como a arte que conhecemos hoje.

Cesto feito de  Pet

Feitos de Pet

 Fonte: pt.wikipedia.org



No Brasil, o artesanato também surgiu neste período. Os índios foram os mais antigos artesãos. Eles utilizavam a arte da pintura, usando pigmentos naturais, a cestaria e a cerâmica, sem esquecer a arte plumária como os cocares, tangas e outras peças de vestuário feitos com penas e plumas de aves.


O artesanato pode ser erudito, popular e folclórico, podendo ser manifestado de várias formas como, nas cerâmicas utilitária, funilaria popular, trabalhos em couro e chifre, trançados e tecidos de fibras vegetais e animais (sedenho), fabrico de farinha de mandioca, monjolo de pé de água, engenhocas, instrumentos de música, tintura popular. 

E também encontram-se nas pinturas e desenhos (primitivos), esculturas, trabalhos em madeiras, pedra guaraná, cera, miolo de pão, massa de açúcar, bijuteria, renda, filé, crochê, papel recortado para enfeite, etc.
O artesanato brasileiro é um dos mais ricos do mundo e garante o sustento de muitas famílias e comunidades. 

O artesanato faz parte do folclore e revela usos, costumes, tradições e características de cada região.

Tipos de artesanatos brasileiro

Cerâmica e bonecos de barro




É a arte popular e de artesanato mais desenvolvidas no Brasil e desenvolveu-se em regiões propícias à extração de sua matéria prima – o barro. Nas feiras e mercados do Nordeste, se encontram os bonecos de barro, reconstituindo figuras típicas da região, como os cangaceiros, retirantes, vendedores, músicos e rendeiras.

Renda



A renda, presente em roupas, lenços, toalhas e outros artigos, tem um importante papel econômico nas regiões Norte, Nordeste e Sul, e é desenvolvida pelas mãos das rendeiras.

Entalhando a madeira


É uma manifestação cultural muito utilizada pelos índios nas suas construções de armas, utensílios, embarcações, instrumentos musicais, máscaras e bonecos.
Os artesanatos em madeira produzem objetos diversificados com motivos da natureza, do universo humano e a fantasia


Exemplos disso são as carrancas, ou cabeças-de-proa, os utensílios como cocho, pilão, gamelas e móveis simples e rústicos, os engenhos, moendas, tonéis, carroças e o maior produto artesanal em madeira – contando com poucas partes de metal – são os carros de bois.

Cestas e trançados



A arte de trançar fibras, deixada pelos índios, inclui esteiras, redes, balaios, chapéus, peneiras e outros. Quanto à decoração, os objetos de trançados possuem uma imensa variedade, explorada através de formas geométricas, espessuras diferentes, corantes e outros materiais. Esse tipo de artesanato pode-se encontrar espalhados em diversas regiões do Norte e Nordeste do Brasil como, na Bahia, Mato Grosso, Maranhão, Pará e o Amazonas.

Artesanato indígena


Cada grupo ou tribo indígena tem seu próprio artesanato. Em geral, a tinta usada pelas tribos é uma tinta natural, proveniente de árvores ou frutos.
Os adornos e a arte plumária são outro importante trabalho indígena.

A grande maioria das tribos desenvolvem a cerâmica e a cestaria. E como passatempo ou em rituais sagrados, os índios desenvolveram flautas e chocalhos.
Fonte: www.programaartebrasil.com.br

Homenagem às Nossas Artesãs
Blogueira Unida n° 1, Homenageada por representar o inicio desse maravilhoso grupo de pessoas que acreditaram no Projeto Blogueiras Unidas.

Voltamos!!

Chéries,

Depois de uma longa pausa, voltamos a ativa.

Pedimos desculpas pelos e-mails, recados e post´s não respondidos. Estaremos respondendo e enviando as encomendas em aberto.

Para a felcidade geral da nação, minha mão está 100% curada! Muitos não sabem, mas esse foi o principal motivo dessa parada repentina. Ela teve capsulite adesiva nos dois ombros, o que mudou totalmente nossa rotina. Fomos de médico em médico, cada um dando um diagnóstico e receitando remédios diferentes ou em último caso, cirurgia. Como ela rejeitava a hipótese da cirurgia, íamos de consultório em consultório, chegando ao ponto de uma última consulta, o médico receitar morfina para aliviar a dor que ela sentia.

Mas enfim, Papai do Céu é um Pai amoroso e bondoso, e lhe presentou com a cura dessa doença terrível! O milagre aconteceu nesse último final de semana, em um Encontro da Igreja onde participo. Minha mãe faz parte do grupo da cozinha e por causa da doença não pode mais participar como gostaria. Fomos prestigiar o evento e rever o pessoal, e vocês precisavam ver a alegria dela de estar junto ao seu grupo de amigos, e ao mesmo tempo a tristeza e não poder ajudar, por causa da doença. Antes de irmos embora, pedimos ao Pastor que fizesse uma oração por ela, e como já escrevi, Papai do Céu é muito bondoso, a curou! Juro para vocês que quando vi ela esticando o braço e levantando, sem sentir nenhuma dor, deu vontade de sair e gritar para o mundo inteiro ouvir!

Então é isso! 

Depois de meses de angústia por ver minha mãe tendo seus movimentos limitados, e precisar da ajuda de todos, para quase tudo, agora só temos a agradecer, pois sabemos que Deus é Fiel, e aqueles que nEle esperam, serão recompensados.

Reitero mais uma vez, meu pedido de desculpas pelos e-mails não respondidos. Prometo que vou ler e responder todos, no tempo mais breve possível.

Atenciosamente,

Equipe Mademoiselle Susie



 Gabriela, a última cadastrada, por siginificar a continuidade desse projeto Fantástico que é o Blogueiras Unidadas.

Parabéns a todas essas maravilhosas artesãs que se juntaram a nós!

Feliz dia da Artesã!

4 comentários:

Blogueira Unidas - Oficial disse...

Oi amiga!
Vim espiar a postagem e te desejar um Feliz Dia do artesão!
Beijocas!

Lucyano Jorge disse...

Uau...que blog lindo!!! Adorei o tema, vou seguir
Parabéns
Abraço
Lucyano


http://cinemaparceirodaeducacao.blogspot.com.br/

Renata Pereira Silva Bezerra disse...

Olá! Passando pra conhecer o seu cantinho... Adorei, muito legal. Já to seguindo para não perder as novidades ficarei muito feliz com sua visitinha em meu cantinho tbm.
sou Blogueira unida numero 1164.

http://artsbyre.blogspot.com

Bjs. Rê

Blogueira Unidas - Oficial disse...

Oi querida!
O link que você enviou não abriu, mas encontrei na lateral superior de teu blog!
adorei! Obrigada!
Obrigada por participar de mais este desafio!
Vou esperar o final do desafio para postar em nosso blog!
Beijocas!