sexta-feira, 3 de fevereiro de 2012

Quarto desafio "A Fé Move Montanha" O Premio.

 Quarto desafio "A Fé Move Montanha"






http://parceriaentreblogsdeartesanato.blogspot.com/2012/01/fe-move-montanhas-quarto-desafio.html



Quinto Ponto de Ouro
(Costurando e desmanchando)

Recebi ontem a tarde pelos correios o premio “Blogueiras Unidas” referente ao Desafio. 





Vejam os detalhes de carinho e atençao! É ou não é pra deixar a gente em estado de benção?.

Ansiosa por iniciar a leitura, logo pela manhã, enquanto aguardava o filhão para o café, abri aleatoriamente o livro, deparando com o seguinte trecho(...) “Existe uma grande diferença entre corrigir a rota do navio e pular fora dele.”) 

Continuei a leitura e foi impossível deixar de relacionar o que lia com os pensamentos que nos últimos dias tem me povoado a mente aglutinando sofríveis sentimentos, ligados à tragédia ocorrida no Rio de Janeiro com o desabamento do edifício Liberdade; Tudo até o nome do prédio me remete a pensamentos como se caminhasse em um labiritno, em busca da saída sem encontrá-la. 
Me ocupa a mente  de forma aflitiva  nos últimos dias, as situações de todas a pessoas atingidas pela tragédia, 
Sobrinha de Margarida
como as suas dores inenarráveis, o triste hiato em suas vidas, e as dificuldades em dar continuidade  em suas vidas,






Esposo de Margarida se falavam
ao telefone no momento.
 partindo desta nova realidade, tendo que enfrentar um novo recomeço, sem contudo conseguir apagar de suas memórias a tragédia que sobre eles se abateu.

Aí, vejamos como continua a leitura: “É importante sermos capazes de nos adaptar e sintonizar nosso avanço com a mudança de circunstancias, desde que nossa meta seja mantida. Desistir tão logo surjam dificuldades não os leva a lugar nenhum.”-
Aqui observamos os fatores.-Capacidade de readaptação, Necessidade de estar em sintonia com as possíveis e prováveis mudanças inesperáveis de  nossas vidas, e a perseverança nas metas traçadas anteriormente.Significando que por mais duras e dificeis que possam parecer, todos  nós devemos levar em conta que o Criado não nos deixa ao léu, abandonado à nossa propria sorte, e que o ser humano tem em si partículas da força divina, isto é a força necessária e suficiente para se reorganizar, e recomeçar todas as vezes em que deparar com uma barreira. Seja qual for as mudanças impostas pela vida, a FÉ no futuro, em si e em Deus, constituem o ‘combustível’ para continuar a jornada.
("Parece que voce está se deixando deter pelo primeiro contratempo que aparece. Voce precisa ter nova visão desse desastre. Saiba que no futuro, quando olhar orgulhosamente para sua colcha terminada, irá perceber que esta “gatastrofe” é coisa do passado e vai considerá-la apenas um pequeno acidente  em seu percurso.”)
Este trecho, apesar de sua aparente crueldade em relação ao tema  aqui tratado, se analisado à Luz da Mensagem de Nosso Amado Jesus, contém uma valiosa mensagem de Esperança e de paz em o futuri, visto que Ele  nos garantiu que a "ninguém deixaria orfãos, e que conosco estaria até o fim". Em cada  crença, está grafado na sua “Cartilha”, a afirmativa de que a vida é eterna tanto aqui como além daqui, isto é, além daquilo que podemos perceber com nossa limitada capacidade de compreenssão dos ditames divinos.(O tempo nos permite mudar a idéia que tínhamos sobre acontecimentos como esse.(...).
 _Neste ponto, meu filho chegou para o café da manhã,  e segui para mais um dia de trabalho, após nos despedimos com um gostoso abraço,  enquanto fiquei confiante na permanente presença do Criador em nossas vidas.
Desta forma, tranquila e confiante, meus pensamentos se dirigiu mais uma vez a Deus suplicando por cada uma das vítimas do desastres no edificio Liberdade, na cidade do Rio de Janeiro, as  que pereceram e principalmente as que deverão se reencontrar para um novo recomeço.
Esta foi a primeira Segunda lição aprendida com esta obra, “Doze Pontos de Ouro”; a Primeira foi a alegria em receber um presente de uma amiga virtual, sentimento maior e mais significante que o proprio objeto em si recebido. Ainda indescritivel, este sentimento é prova inconteste de que o amor fraternal é um sentimento sublime e que o nosso vocabulário é incipente para descreveê-lo.

Obs: O texto citado, se encontra na página na página 96, e fala de Responsabilidade e responsabilizar-se. Amei!
Minha gratidão eterna a todas as Blogueiras e a querida SIGLEA!

A Paz de Jesus a todos nós!

5 comentários:

ALVES ARTESANATO disse...

Parabéns pelos prêmios e por partilhar um texto assim corrigir a rota do barco é melhor do que pular dele somos capacitados por Deus para levantar e continuar após situações como estas eu também choro quando vejo coisas assim e nos últimos tempos temos visto muitas coisas para chorar, é a vida.

quelsfs disse...

Oi amiga.
Parabéns, muito bem merecido.
Selinho pra você no meu blog.
http://ateliedemimosdaquelsfs.blogspot.com/2012/02/novo-selinho-ganho.html
Beijinh♥!

Blogueira Unidas - Oficial disse...

Oi amiga querida!

Fico muito feliz em saber que recebeu e gostou do prêmio.
Tua postagem ficou MARAVILHOSA e a relação entre a tragédia do Rio de Janeiro e a citação do livro foi muito pertinente.

Enviei outros prêmios anteriores ao teu e somente uma blogueira além de ti me avisou do recebimento.

Espero que a leitura deste livro te leve a outras reflexões e constatações e que as traga para compartilhar conosco.

Tenha um lindo final de semana!
Beijocas!

O 11º desafio já está no blog. Aguardo tua participação!

Cidinha Maximo. disse...

Olá Eunice, eu vim retribuir a visita, mas não consegui abrir a página que vc me deixou. Mas tudo bem, assim conheci o blog, um pouco mais. Parabéns pelo prêmio. Este desafio está sendo muito interessante e importante para que nós possamos nos interagir mais....Bjkas
http://alepoleslencoislupus.blogspot.com/

Eunice disse...

Acho que é um bug qualquer, pois não consegui acessar alguns blog. Daqui a pouco passa, e tudo fica bem novamente.
Obrigade pela visita e comentários generosos!
Um feliz final de semana!
Adorei sua visita!