quarta-feira, 18 de abril de 2012

Desafio- Homenagem a Monteiro Lobato-BUAL


Minha proposta de hoje é fazermos uma postagem homenageando nosso personagem favorito das Obras de Monteiro Lobato.







O dia 18 de abril foi instituído como o dia nacional da literatura infantil, em homenagem à Monteiro Lobato.
“Um país se faz com homens e com livros”.
Essa frase criada por ele demonstra a valorização que dava à leitura e sua forte influência no mundo literário.

_E Monteiro Lobato sabia bem do que falava.
 Suas obras estiveram presentes na minha infancia, nas minhas fantasias e reinações. Como criança criada ao sabor da natureza,das traquinagens, livre para voar  com minha imaginação, livre para expressar meus pensamentos e  sentimentos, quantas vezes eu e meus irmãozinhos não tentávamos transportar as façanhas das suas  estórias para nossas brincadeiras, e quantas outras vezes, não nos transportamos para aquele mundo encantado das suas histórias¿
Quantas vezes não vivemos as reinações de  Narizinho, entrando na história e deixando a fantasia fazer parte de nossas brincadeiras¿
Monteiro Lobato, nesta época era apenas um rosto meio triste de sobrancelhas engraçadas e um nome na capa do livro que adorávamos; porém jamais esqueceríamos aquela feição; muitas vezes me perguntava o que teria deixado aquele olhar triste. Os traços em preto e branco das ilustrações do primeiro livro grosso que ganháramos de nosso pai, Reinações de narizinho e que inspirava nossas  noites, quando ouvíamos enlevados na voz de nossa querida e paciente irmã Cleide a mais velha de nós, que tinha o maravilhoso dom de interpretar o que lia, tornando tudo mais “vivo e real”; com o tempo transformou-se em belissimas gravuras coloridas, e coloriu também nossa imaginação, nas novas edições.Ainda sem dominar a leitura, passava horas admirando aquelas gravuras; e com o tempo fomos ganhandos os outros livros até que recebemos um grosso volume com toda a sua obra. Os anos se passaram, e a tecnologia nos presenteou com a televisão, e esta com o seriado O Sítio do Pica Pau Amarelo, em preto e branco, mas que coloríamos com a nossa imaginação. Somente quem cresceu enlevado pelas histórias infantis de um Monteiro Lobato, cujas aventuras deu azos a sua propria fantasia infantil, sabe dar o devido valor a um livro de estórias infantis. Mesmo quando o tempo tambem insistia em transforma aquela menina em adolescente, rumo a mocidade!

A vida me proporcionou muitos mestres, cuja importancia pode ser percebida no meu caráter, principios e conduta. E a maior homenagem que posso fazer a um homem cuja generosidade magnífica influenciou no desenvolvimento de tantas crianças, é exatamente afirmar que devo ao seu trabalho muito do que sou hoje; que ansiava desde muito cedo aprender a ler para não apenas ouvir a leitura de suas histórias, mas poder dominar o mistério das letras e ter o poder me transportar lentamente para o mundo maravilhos das histórias infantis criadas por ele. Creio que Monteiro Lobato foi um homem que eternizou a sua infancia e ternura nas mentes e corações de cada criança que tem se encantado com sua Obra ao longo dos anos.
Hoje aos 58 anos, ainda me emociono ao recordar todo o encanto e belezas descobertos pelas suas generosas mãos! E como recordar é reviver, me transformo na criança encantada dos contos infantis de Monteiro Lobato!




50- http://standup-levante-seedigaoquevocepensa.blogspot.com/ (1549)
51- http://amabrp-eunice.blogspot.com (1548)

4 comentários:

IVONE ALVES FERREIRA disse...

Linda homenagem Monteiro Lobato deixou um legado de grande valor para todos nós que crescemos lendo suas histórias, hoje nossos filhos e netos ainda desfrutam de seus livros.

Eunice disse...

Isto mesmo querida, e certamente assim permanecerá pelos anos afora.

quelsfs disse...

Bom Dia amada, amei sua postagem!
Vim parabenizá-la por ser a vencedora do desafio.
Merecido!!!
Beij♥ carinhoso!

Elizandra Oliveira disse...

oi querida vim conferir seu post e parabéns!!!